Após processar PT, Paula Toller move ação contra Leoni por uso indevido de "Pintura Íntima"

bit.ly/32YhmmM | Depois de processar Fernando Haddad e o Partido dos Trabalhadores (PT) alegando uso indevido de sua imagem e de sua música, Paula Toller agora se voltou contra o ex-parceiro e ex-namorado Leoni. Os dois são autores da canção Pintura Íntima, sucesso do grupo Kid Abelha, que foi usada na campanha eleitoral de 2018 sem autorização da cantora. Segundo o jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Paula processa Leoni por danos morais e materiais. A cantora alega que o ex-companheiro publicou, “em atitude provocativa e teimosa”, um vídeo que modifica a letra da música durante a véspera do segundo turno. Na versão, o músico canta “não quero tiro, nem granada / Eu trago a alma desarmada / Com Manu e Haddad de mãos dadas”, entre outras alterações.

A música foi entoada por apoiadores de Haddad durante o segundo turno da eleição presidencial disputada com Jair Bolsonaro. Por isso, Paula entrou na Justiça contra o PT e o ex-prefeito de São Paulo pedindo indenização no valor de R$ 200 mil. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio retirou o vídeo de circulação, já que a cantora não autorizou a paródia. O valor que ela pede a Leoni é de R$ 50 mil.

Fonte: www.penews.com.br

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima
Aprenda Como Despachar com o Juiz AQUI!