RS: "Tu é minha empregada", diz manifestante antivacina a vereadora negra

minha empregada manifestante antivacina vereadora negra
Via @opovoonline | A vereadora Bruna Rodrigues (PCdoB), mulher negra eleita em 2020 para a Câmara de Vereadores de Porto Alegre (RS), sofreu ataques racistas durante tumulto na Casa nesta quarta-feira, 20. Manifestantes contrários ao passaporte da vacina invadiram a sede do Legislativo e causaram confusão, interrompendo a sessão. 

Os parlamentares debatiam sobre um veto do prefeito Sebastião Melo à exigência do passaporte vacinal em Porto Alegre. O vereador Claudio Janta (Solidariedade) contou que foi mordido no dedo por um dos manifestantes. Alguns, inclusive, estavam com cartazes com uma suástica, símbolo ligado ao nazismo. 

No vídeo, a vereadora gaúcha aparece recebendo ofensas de uma manifestante que usava uma máscara com as cores da bandeira do Brasil. O grupo, autodenominado de antivacina, entrou na Casa e atacou parlamentares que defendem a apresentação do comprovante de imunização.

Em face dos acontecimentos, a Câmara emitiu uma nota onde manifesta o "repúdio com veemência a qualquer tipo de manifestação política que utilize o expediente da violência". "O plenário da Câmara Municipal é a expressão da democracia na capital dos gaúchos e suas decisões são soberanas. Este Legislativo rejeita qualquer forma de intimidação contra seus integrantes", afirma a Casa. 

"Em hipótese alguma esta Câmara aceitará apologia à suástica, símbolo do período mais obscuro da história moderna da humanidade. Aqueles que buscam impor suas vontades pela força ou pelo terror nunca terão guarida nesta Casa. Pelo contrário, tais indivíduos serão submetidos ao rigor da lei e responsabilizados por seus atos", completa o texto.

Autor Filipe Pereira
Fonte: www.opovo.com.br

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

1/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

  1. A questão trazida é: SE O MANIFESTANTE AO CHAMAR A VEREADORA DE "EMPREGADA" FOI EM ALUSÃO AO CARGO POR ELA EXERCIDA OU SE FOI POR CONTA DA COR. Trago este questionamento face ao fato de que NÃO são poucos os casos de manipulação de insatisfação acerca de algo como sendo racistas. A reportagem, infelizmente não nos apresenta elementos conclusivos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima