Polêmico: pai raspa o cabelo da filha após ela fazer bullying com menina com câncer

pai raspa cabelo filha bullying cancer
bit.ly/3jhDS0B | Sabemos que o bullying precisa ser encarado como algo sério e ser mais debatido pela sociedade, haja visto que esse problema atinge milhares de pessoas todos os dias, chegando ao ponto de muitos jovens se desesperarem e decidirem tirar a própria vida.

Um caso envolvendo bullying ganhou destaque nas redes sociais, porque desta vez o pai da adolescente que praticou bullying contra uma colega de escola resolveu lhe dar uma punição.

Essa punição acabou levantando a um intenso debate entre os internautas o que acabou fazendo com que o caso viralizasse nas redes sociais, dividindo as opiniões.

Tudo aconteceu depois que uma adolescente de 16 anos, praticou bullying contra uma colega de sala, fazendo insinuações, brincadeiras maldosas e tirando sarro.

Diante disso o pai da adolescente tomou uma decisão drástica ao raspar a cabeça da própria filha para que ela sentisse na pela, o que sua colega estava passando. A garota que foi atacada pela adolescente enfrenta um câncer e por esse motivo se encontra com a cabeça raspada.

Segundo informações de outros colegas de sala, a adolescente chegou a arrancar a peruca da garota.

O pai, preferiu manter seu nome e o da filha em segredo temendo retaliação, principalmente através das redes sociais. Ele revelou que sua filha não mostrou nenhum arrependimento, por isso afirmou que ela merecia sentir na pele o sofrimento e ser castigada.

Essa atitude causou grande repercussão e polêmica nas redes sociais. Muitas pessoas estão elogiando, mas há quem o condene pelo castigo.

Mas e você, qual a sua opinião?

*(Imagem meramente ilustrativa: reprodução Internet)

Fonte: Notícias Reais

4/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

  1. Mais que correto. Tem adolescente que não assimila educação, moral e respeito. Tem que sentir na pele..

    ResponderExcluir
  2. Esse homem transcendeu a condição de pai! Ele é, acima de tudo, um educador! Um exemplo a ser seguido!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente com uma atitude mais drástica. Por mais meios de disciplinas assim. Por causa desse papinho de ouvir que tem que conversar, que isso e aquilo, estamos com uma geração fraca, deprimida, doente. Nossos pais eram severos, com um olhar entendiamos o recado. Hoje os filhos são quem dao o recado, sao quem mandam em casa, decidem o que e como fazer tudo, os horários. Apanhei, ouvi palavras duras do meu pai que junto delas vinham, "o mundo lá fora não terá pena de voce, não te dará uma segunda chance, seja forte."

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima