Desembargadores vão ao CNJ contra tribunais que exigem comprovante de vacina

desembargadores cnj tribunais exigem comprovante vacina
Via @jurinewsbr | A Associação Nacional de Desembargadores (Andes) entrou com um pedido de providência junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra Tribunais de Justiça Estaduais, Regionais Federais e Regionais do Trabalho.

A ideia é desfazer atos desses tribunais que têm exigido de magistrados a apresentação de seus comprovantes de vacinação contra a Covid para ingresso nas dependências. Os juízes que não cumprirem podem ser alvo de um processo administrativo disciplinar.

Para o presidente da Andes, Marcelo Buhatem, é desproporcional a decisão dos tribunais de punir magistrados, principalmente devido à falta de legislação específica sobre o tema.

Em nota oficial sobre o assunto, Marcelo Buhatem escreveu: “Sem adentrar, especificamente, na questão da obrigatoriedade ou não da vacina, protocolizamos Pedido de Providência (PP) junto ao CNJ visando impedir ou suspender a instauração de PAD, de gravíssimas consequências funcionais, contra magistrados. A discussão gira em torno da desproporcionalidade entre o ato e sua consequência, bem como da falta de legislação específica sobre o tema. Nesse sentido, entendemos que as normas baixadas por Portarias ou similares não podem autorizar a punição de magistrados. Como dissemos no PP, não está se negando a gravidade da pandemia, no entanto, não se pode negar o exercício da jurisdição aos que dela necessitam”.

Por Redação JuriNews
Fonte: jurinews.com.br

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima