Guardas municipais são suspensos após realizarem abordagem violenta em BH

guardas municipais realizarem abordagem violenta bh
Via @bandtv | Três agentes da Guarda Municipal são afastados, nesta segunda-feira (11), após realizarem uma abordagem violenta a um motociclista no bairro Floresta, na região Leste de BH.

O caso aconteceu no último dia 3. Em um vídeo das câmeras de segurança, é possível ver os guardas chutando o motociclista, mesmo após ele cair no chão.

A Guarda Municipal se referiu a ação como extremamente grave e afirmou que foi instaurado um procedimento administrativo disciplinar que poderá resultar, inclusive, na demissão dos investigados.

O advogado e especialista em estudo de criminalidade e segurança pública Júlio Maurício Madureira, que passava pelo local com a namorada naquele momento parou para ajudar o motociclista. Júlio foi intimidado pelos guardas a retirar o veículo sob a ameaça de multa.

Com isso, o advogado, que foi professor da Academia Militar de Polícia de Minas Gerais e investigador da Polícia Civil, desceu do veículo, questionando a abordagem dos guardas e filmando a situação.

Júlio e a companheira foram presos sob acusação de desacato e embriaguez. O motociclista também foi detido porque estava inabilitado segundo o boletim de ocorrência.

Ainda no boletim registrado pelos guardas, consta que o homem não sofreu lesão e que todos os direitos foram respeitados. O motociclista foi ouvido e liberado logo em seguida.

Já o advogado ficou preso por cerca de 12 horas, juntamente à namorada, sem comunicação com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ou qualquer representante.

Eles foram liberados após o pagamento da fiança e submetidos a exames no IML.

Após o ocorrido, uma denúncia foi feita por Júlio na Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos e encaminhada à OAB e à promotoria de controle externo da atividade policial.

*Sob a supervisão do jornalista Victor Lobato

Lucas de Carvalho*
Fonte: www.band.uol.com.br

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima