Blogueira que quis "dar susto" em ex é condenada a 30 anos de prisão

blogueira que quis dar susto ex condenada 30 anos prisao
Via @portalmigalhas | A influencer Isabela Gomes, que mandou "dar susto" em ex-namorado, foi condenada a 30 anos de prisão pela morte do ex. Sentença é do juiz de Direito da 2ª vara Criminal de Contagem/MG, Marco Paulo Calazans Guimaraes, que também estabeleceu a pena de outros três réus pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

Segundo consta dos autos, em junho de 2022, na cidade de Contagem/MG, Isabela teria conhecido três homens na praça e prometido a eles R$ 5 mil para que "dessem um susto" no ex-namorado. 

Em seu depoimento, Isabela afirmou que o ex, com quem namorou durante um ano e meio, agredia-a e a extorquia. Ela levou os homens em seu carro até a casa da vítima e indicou a localização da chave da residência. 

Após os três pularem o muro da residência do ex de Isabela, ela afirma que foi para sua casa dormir, já que estaria sob forte efeito de álcool, remédios e entorpecentes.

Um vizinho estranhou a movimentação e acionou a polícia. Chegando na residência, os policiais se depararam com o ex de Isabela sem vida, com pés e mãos amarrados e com um pedaço de fio no pescoço. A casa estava bagunçada e faltavam alguns pertences. 

As investigações levaram a polícia até Isabela e aos demais coautores.

Fundamentos 

Em sentença, o juiz entendeu que a ação fora planejada por Isabela, a qual induziu os réus à prática do crime, falando que na casa havia "joias e dinheiro" e indicando a forma mais fácil de entrar no imóvel.

A versão de que Isabela teria contratado os rapazes para "assustarem" o ex-namorado é, segundo o magistrado, uma "tentativa de desclassificar a conduta para crimes cujas penas cominadas são menores".

O julgador considerou a atuação de Isabela fundamental no crime, pois elaborou o plano criminoso e estabeleceu a estratégia.

"Assim, embora não tenha ela praticado a conduta descrita no tipo, é considerada coautora, por ter, na divisão de tarefas necessária para a consecução da empreitada delituosa, contribuído de forma relevante para o seu sucesso, como mencionado no parágrafo anterior (domínio funcional do fato)", completou.

Como os demais corréus foram incumbidos de entrar na casa, dominar a vítima e roubar pertences, foram considerados coautores. 

Agravantes e atenuantes

Com relação à pena de Isabela, o magistrado entendeu que o arrependimento da autora não seria circunstância relevante apta a reduzir a pena, conforme art. 66 do CP. Além disso, o magistrado considerou como agravantes o "motivo torpe", já que o crime foi praticado por vingança, e o fato da influencer ter planejado toda a ação.

Ademais, segundo sentença, a asfixia da vítima caracterizou meio cruel, e foi uma agravante imposta a todos os coautores.

Ao final, o magistrado avaliou que a vítima deixou um filho de cinco anos, o qual foi privado da convivência com o pai e do seu auxílio material.

Tornou, assim, definitiva a pena de Isabela em 30 anos de reclusão. Os demais réus foram condenados, cada um, a 22 anos e seis meses de reclusão.

Veja a sentença.

Fonte: https://www.migalhas.com.br/quentes/400080/blogueira-que-quis-dar-susto-em-ex-e-condenada-a-30-anos-de-prisao

2/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

  1. Seria melhor relaxar e jogar num casino, aliviar o stress e ganhar, por exemplo, no Jet X 1Win.

    ResponderExcluir
  2. Your blog continually impresses with its depth and excellence. Your steadfast dedication to delivering valuable information resonates in every article. Your blog stands as a testament to wisdom and inspiration. I genuinely appreciate the unwavering efforts you put into crafting such enlightening content.Traffic Ticket lawyer Bergen County New Jersey and Traffic Ticket Lawyer New Jersey

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima