R$ 10 mil: Ex-funcionário sorteado pela empresa para receber punição será indenizado

funcionario sorteado empresa punicao indenizado direito
bit.ly/2maXA6l | Um ex-funcionário de uma empresa de montagens e manutenção industrial em Araxá será indenizado pela companhia. Ele foi punido, por sorteio feito pela empresa, após uma confusão envolvendo grupo de trabalhadores. A decisão é da Vara do Trabalho da cidade e foi publicada nesta quarta (11). Não houve recurso ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MG).

A juíza Samantha da Silva Hassen Borges constatou que o empregado não participou da confusão, mas testemunhou a briga, ocorrida entre vários trabalhadores, de dentro do ônibus da empresa. O valor da indenização foi fixado em R$ 10 mil.

Na época, como não foi possível identificar os envolvidos, a empresa escolheu, por sorteio, alguns trabalhadores para serem punidos. No entendimento da Justiça, a companhia agiu de forma abusiva e gerou danos morais ao trabalhador que devem ser reparados.

Briga

A confusão começou na portaria da empresa. O ex-funcionário contou que acompanhava um colega de trabalho quando este iniciou uma briga com o segurança da empresa. Depois de entrarem no ônibus, vários trabalhadores começaram a gritar e a brincar com a situação.

Como não foi possível identificar os responsáveis pela briga, a empresa determinou a suspensão dos trabalhadores que foram escolhidos por meio de sorteio entre todos os funcionários que estavam no ônibus.

Ele disse ainda que, em razão do fato, foi designado para trabalhar em outra unidade da empresa, na cidade de Curitiba (PR).

A empresa não contestou a versão do ex-funcionário o que fez com que a juíza os considerasse verdadeiros. Para Samantha, o fato é grave e atenta contra a dignidade do trabalhador que sofreu ofensa a direito de personalidade. Tal fato gera direito à reparação por dano moral pretendida, com base nos artigos 186 e 927 do Código Civil.

O valor da indenização, fixado em R$ 10 mil, foi considerado suficiente para compensar o sofrimento causado ao trabalhador.

*(Foto meramente ilustrativa: reprodução Internet)

Fonte: g1 globo

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima
Aprenda Como Despachar com o Juiz AQUI!