Demissão com contrato suspenso ou reduzido enseja indenização

demissao contrato suspenso reduzido enseja indenizacao
bit.ly/2ZCZHBn | Nesta última semana, o governo ampliou a possibilidade de redução de salário e jornada ou suspensão de contrato para 120 dias. A medida, porém, também permite uma indenização que pode chegar a até oito vezes o salário-base do funcionário que aceitar o acordo e for demitido.

Além de indenização, o empregado desligado durante a vigência do acordo mantém o direito às verbas tradicionalmente pagas em casos de demissão sem justa causa, segundo o advogado trabalhista Rafael Borges, do escritório Felsberg.

"A indenização não interfere no cálculo da multa de 40% sobre o FGTS, contribuição previdenciária ou férias", diz Borges em entrevista ao jornal Agora São Paulo.

Contudo, o cálculo da indenização, porém, exige atenção, porque as regras variam conforme a medida adotada pelo empregador: redução de salário e jornada ou suspensão de contrato.

Suspensão de contrato

Para o trabalhador com o contrato suspenso, a multa é de 100% dos meses de salário integral ao qual o empregado teria direito até o final do período de suspensão, mais o prazo de garantia do emprego, que deve ser igual ao tempo de afastamento.

Ou seja, se um trabalhador aceitou uma suspensão contratual de quatro meses e é demitido no primeiro dia de vigência de acordo, a indenização será equivalente a oito meses de salário.

"Os meses que a empresa cumpriu de acordo são descontados, por exemplo, se o funcionário cumpriu a suspensão por 30 dias, esse mês não entra na indenização", detalha Borges.

Redução de salário

Os trabalhadores com redução de jornada e salário têm o mesmo período de garantia de emprego e, consequentemente, de indenização em caso de demissão, mas o cálculo pode ser sobre 50%, 75% ou de 100% dos salários.

Ação trabalhista

Vale ressaltar que caso a demissão sem justa causa ocorra dentro do período do acordo, mas sem o pagamento de indenização, o empregado pode processar a empresa, conforme explica o advogado trabalhista Mourival Boaventura Ribeiro.

"A redução salarial ou suspensão do contrato tem como premissa a estabilidade, desta forma, ao rescindir o contrato de trabalho sem justa causa e deixar de indenizar o período estabilitário, o empregado deverá recorrer à Justiça para obrigar a empresa ao pagamento", orienta.

Danielle Nader
Fonte: www.contabeis.com.br

1/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

  1. Sou DONNA, sou do Reino Unido. Depois de um relacionamento com meu namorado há 1 ano, e planejávamos nos casar em breve, e de repente ele me deixou para outra garota. Na verdade, eu realmente amo esse cara e nunca consigo imaginar a vida sem ele. Eu tentei ainda o meu melhor para recuperá-lo, mas todo o meu esforço para recuperá-lo em minha vida não deu certo. Foi nesse dia fiel que me deparei com alguns testemunhos em um site sobre esse grande lançador de feitiços chamado (DR.WEALTHY), qualquer pessoa alegou que ele os ajudou a renovar seu relacionamento e trazer seu ex-amante de volta, tive que entrar em contato com ele porque ele era minha última esperança. Entrei em contato com ele por e-mail e ele me garantiu que em três dias meu namorado vai deixar a outra garota e voltar para mim. Foi uma surpresa muito grande ver meu namorado voltando para mim depois de três dias que o feitiço estava feito. Estou tão feliz hoje que ele voltou para mim e eu consegui isso com a ajuda do DR.WEALTHY Eu também quero aproveitar esta oportunidade para contar / aconselhar a quantos precisam do ex-marido, se você precisar da ajuda dele, pode Entre em contato com ele pelo e-mail: wealthylovespell@gmail.com WHATSAPP HIM @ +2348105150446 visite o site http://wealthyspellhome.over-blog.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima