Prisão de DJ Ivis não foi feita só pelo clamor público, diz MPCE

prisao dj ivis clamor publico mpce
A prisão preventiva do DJ Ivis, investigado por violência doméstica, não foi pedida devido à repercussão do caso ou ao clamor do público. É o que explicou a promotora Emilda Sousa, titular da 3ª Promotoria de Justiça da comarca de Eusébio, em entrevista a Jangadeiro Bandnews FM, nesta quinta-feira (15).

Ela ressaltou que a prisão foi fundamentada no pedido da autoridade policial após ouvir vítima, agressor e testemunhas. E que os fatores para essa decisão se basearam na conduta reiterada de agressões (mais de uma) e no poder de intimidação (da parte de influência e da questão econômica).

O DJ foi indiciado e denunciado por lesão corporal e violência doméstica, além de ser investigado por delitos em relação à criança. A defesa pode recorrer, mas a prisão preventiva é por tempo indeterminado.

Agora, o processo aguarda conclusão das investigações para entrada da ação penal.

Fonte: jornaljangadeiro.com.br

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima