TJ-SP instaura PAD contra juíza por criar entraves para atender advogados

tj pad juiza entraves atender advogados
Por @jurinewsbr | Por unanimidade, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) rejeitou defesa prévia e instaurou um processo administrativo disciplinar contra a juíza Daniela Bortoliero Ventrice, da 3ª Vara da Família e Sucessões de Sorocaba (SP), por criar entraves para atender advogados virtualmente.

Para o relator e corregedor-geral de Justiça, desembargador Ricardo Anafe, não seria possível acolher a defesa prévia diante da necessidade do juiz de cumprir com independência, serenidade e exatidão as disposições do ofício, bem como respeitar o dever de urbanidade.

“A juíza, de fato, cria entraves, fora do sistema legal, para o não atendimento de advogados. Isso é um problema muito sério”, afirmou Anafe.

O corregedor também levou em consideração as portarias editadas pela Corte desde o início da pandemia da Covid-19 e que implantaram o teletrabalho no Judiciário paulista.

Segundo Anafe, mesmo em home office, a magistrada tem obrigação de atender advogados em alguns dias da semana, tal como determina a Lei Orgânica da Magistratura.

“É um caso emblemático em que a juíza só atende se comparecerem os advogados de todas as partes, o que acaba inviabilizando o atendimento e o cumprimento da Loman”, concluiu.

Com informações da Conjur

Por Redação JuriNews
Fonte: jurinews.com.br

O que você achou desse conteúdo? Participe com sua Reaction abaixo:

0/Comentários

Agradecemos pelo seu comentário!

Anterior Próxima